24 de janeiro de 2014

Deixa-te levar nas palavras perdidas
Envolve-te num murmúrio susurrado
Encosta-te em meu peito suspirado
Eleva-te e mostra-me essa voz vestida
Em veludo azul profundo de denso
..
Quero esquecer o que traz o futuro
Para aproveitar esse abraço intenso
E deixar de existir num beijo sem rumo!

(09-Jan-2014)

1 comentário:

Luis M.Castanheira disse...

momento a momento
...a cada momento
único no firmamento.

é esse momento
que o olhar perscruta
e o ouvido escuta
e o coração guarda
e a vida acontece...
desejado em prece
onde a paixão arda
somado a tantos
ou em rios de prantos
que o sorriso nasce.
LM